domingo, 30 de noviembre de 2014

Teu nome...

Escrevi teu nome no vento
Convencido que o escrevia
Na folha dum esquecimento
Que no vento se perdia

Ao vê-lo seguir envolto / Na poeira do caminho
Julguei meu coração solto / Dos elos do teu carinho

Em vez de ir longe levá-lo / Longe, onde o tempo o desfaça
Fica contente a gritá-lo / Onde passa e a quem passa

Pobre de mim, não pensava / Que tal e qual como eu
O vento se apaixonava / Por esse nome que é teu

E quando o vento se agita / Agita-se o meu tormento
Quero esquecer-te, acredita / Mas cada vez há mais vento

Carminho

Chuva no Mar

Traigo una canción al viento, un recuerdo inventado en un futuro que no cambia, solo se transforma...

viernes, 28 de noviembre de 2014

domingo, 23 de noviembre de 2014

domingo, 16 de noviembre de 2014